Acampamento Farroupilha de Teutônia atinge objetivo de difundir a cultura gaúcha

A segunda edição do Acampamento Farroupilha de Teutônia tem avaliação positiva da comissão organizadora. Desde o dia 13 de setembro, até esta sexta-feira, dia 21, a comunidade teutoniense e regional teve a oportunidade de vivenciar a tradição gaúcha em sua essência, através de seus saberes, sabores e costumes.
Quem compareceu ao Centro Administrativo nestes nove dias de evento, teve a oportunidade de assistir a shows, dentre eles Os Serranos e João Luiz Corrêa, apresentações de danças, além de conhecer as mais diversas formas de preparo do churrasco, do carreteiro, do entrevero e outras delícias campeiras.

As tradições foram evidenciadas durante o Acampamento Farroupilha. (Foto: Matheus Prates/divulgação)

Além dos shows e fandangos, o público também pode prestigiar o Desfile Farroupilha, que ocorreu na manhã do dia 20 de setembro. Na oportunidade, mais de 700 pessoas participaram e desfilaram pelas principais ruas do Bairro Languiru e pela Avenida 1 Leste. Um dos destaques foi a participação de cerca de 380 cavalarianos.

O evento teve como objetivos resgatar e difundir os hábitos e costumes do povo gaúcho, além de despertar nas pessoas o culto à tradição e à cultura. Estes objetivos, segundo os organizadores, foram atingidos nesta segunda edição do Acampamento Farroupilha, que foi uma realização da Prefeitura de Teutônia, através das secretarias da Indústria, Comércio e Turismo e da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer, com apoio dos Centros de Tradições Gaúchas Rincão das Coxilhas e Porteira dos Pampas, Centro Cultural Tradicionalista Querência Amada e dos 14 piquetes.

Conforme o prefeito, Jonatan Brönstrup, o Acampamento Farroupilha vai ao encontro com a proposta da Administração Municipal. “Através deste evento, outorgamos novamente o nosso principal objetivo, de investir nas pessoas. Criamos um ambiente para que as famílias pudessem vivenciar o tradicionalismo em sua essência, despertando nelas a chama da cultura gaúcha. Que jamais deixamos essa chama se apagar”, frisa.
Para a secretária de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer, Rosana Schneider Rührwiem, o Acampamento Farroupilha coloca Teutônia como um dos polos culturais da região. “Mostramos à comunidade toda a nossa força e diversidade cultural, evidenciando o amor ao tradicionalismo. Se já cantamos e encantamos com o canto coral, agora, através do Acampamento Farroupilha, cantamos e encantamos com o tradicionalismo”, salienta.

Piquetes foram atração do Acampamento Farroupilha. (Foto: Édson Luís Schaeffer/divulgação)

A turismóloga da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, Ângela Simone de Castro, enaltece que o Acampamento Farroupilha, mesmo estando apenas na segunda edição, já está consolidado. “Através do evento, unimos as entidades tradicionalistas para um só lugar e, juntos, cultuamos as tradições e a cultura gaúcha. Cada vez mais observamos a adesão das entidades do município para esta proposta, fortalecendo o evento para as próximas edições”, sublinha.

O tradicionalista Maciel Wiebusch também integra a comissão organizadora e destaca que o tradicionalismo de Teutônia vive um novo momento. “Antes, cada entidade tinha a sua programação, inclusive com conflitos de agenda. No ano passado, Teutônia teve um momento histórico, um novo olhar para o tradicionalismo, quando a Administração Municipal propôs o Acampamento Farroupilha, reunindo as entidades num só espaço. Já na segunda edição vimos que esta proposta foi acertada”, ressalta.

A comissão organizadora já iniciou os preparativos para o 3º Acampamento Farroupilha de Teutônia. Dentre outras ações, já está sendo feito o levantamento de nomes para a programação artística do evento, que ocorrerá em setembro de 2019.

Comentários